Search
quarta-feira 20 março 2019
  • :
  • :

Ilha do Mel no Paraná

Ilha do Mel - foto Renato Soares

Caminho para Gruta das Encantadas na Ilha do Mel. Todas as fotos deste post são de Renato Soares

A Ilha do Mel, situada no litoral paranaense, é um dos destinos mais procurados dos amantes do turismo ecológico. Sua forma e praias guardam tesouros históricos importantes para o conhecimento dos primórdios da colonização brasileira.

Pertencente ao município de Paranaguá, a Ilha é área de preservação ambiental gerida pelo Instituto Ambiental do Paraná – IAP e tombada pelo Patrimônio Histórico.  Aqui, veículos automotores são proibidos. Há limite de visitantes (5.000/dia) e  também dos locais de visitação.

As vilas

Ilha do Mel - foto Renato SoaresAo todo são cinco vilas nos seus 2.585 hectares de área.  São elas:

  • Fortaleza do Norte e Fortaleza do Sul,
  • Praia Grande,
  • Farol,
  • Nova Brasília,
  • Encantadas.

Cada uma delas com seus encantos e paisagens naturais únicas.

 

Origem do nome

Ilha do Mel - foto Renato Soares

Gruta das Encantadas

A Ilha do Mel já estava assinalada em mapas datados de 1666 (João Teixeira Albernna) e de 1850 (Antônio Vieira dos Santos), com o nome Mel.  Há muitas suposições sobre a origem do nome as Ilha. A primeira, em suposição, poderia estar sido relacionado a uma família alemã estabelecida na região do Farol que possuía um engenho de farinha de mandioca, que, no caso, farinha em alemão é mehl. Outra hipótese seria a utilização da Ilha para escravos passarem suas luas-de-mel, logicamente para ao aumento de mão de obra para os cafezais. E, outra interessante, a produção selvagem de mel que os índios carijó vinham buscar na Ilha.

 

As praias

Ilha do Mel - foto Renato Soares

Praia das Encantadas

Praia das Encantadas – badalada, podemos encontrar bares e muita música para dançar. Está localizada ao sul da Ilha, um dos destaques está na Gruta das Encantadas com acesso por meio de passarela de madeira.

Praia do Mar de Fora – excelente para o surfe e, na Baía dos Golfinhos, a presença dos botos é constante.

Nova Brasília – boa infraestrutura para hospedagem e muitos atrativos noturnos.

Praia Grande – a menos povoada da Ilha e excelente para o surfe.

 

Patrimônios históricos

Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres

Ilha do Mel - foto Renato Soares

Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres

Situada na base do Morro da Baleia, seu acesso se dá pela praia da Vila de Nova Brasília, na maré baixa, ou por trilha de quatro quilômetros, na maré alta.  Foi construída entre 1767 e 1679, a mando do Marques de Pombal  e determinada pelo quarto morgado de Mateus (D. Luís Antônio de Sousa  Botelho Mourão). Alguns incidentes bélicos fizeram da Fortaleza um ponto estratégico na defesa de nosso litoral, como: no início do século XIX, coibiu ataques de corsários argentinos; na Guerra dos Farrapos evitou o sequestro de uma embarcação na Baía de Paranaguá (1839);   enfrentou o HMS Cormorant, da Marinha Real Britânica que aprisionou três navios brasileiros (1850); e foi ocupada na Revolução Federalista pelos rebeldes (1893 e 1895).  Tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, hoje é um grande sítio arqueológico e abriga um museu e um posto da Polícia Ambiental.

 

Farol das Conchas

Ilha do Mel - foto Renato Soares

Farol das Conchas

Com uma visão de toda a Ilha do Mel, este farol foi construído em 1872, por ordem de D. Pedro II, para a orientação da Barra da Baía de Paranaguá. A supervisão do projeto ficou por conta de Zózimo Barroso e os matérias foram importados da Escócia, país possuidor de tecnologia de edificação de faróis pelo mundo todo.

 

Para mais dicas de turismo e cultura, acesse  CidadeeCultura.com

 

Ilha do Mel - foto Renato Soares

Trapiche Brasília. Todas as fotos deste post são de Renato Soares

 

 




Deixe uma resposta