Baía Formosa: vale a pena conhecer

A cidade de Baía Formosa deve estar no roteiro do turista que visita o estado do Rio Grande Norte, pois, além da exuberante beleza de suas praias com piscinas naturais, as falésias que compõem a paisagem à beira-mar criam um clima misterioso e intimista.

Foto por Rodrigo Sena /MTur

São 26 km de praias para satisfazer todos os desejos: para relaxar, para quem deseja se aventurar pela natureza ou apenas curtir as altas ondas da região.

A praia de Baía Formosa é uma das que apresentam as principais características do litoral da região. Além do mar de águas claras e uma orla de areia branquinha, tem belas falésias, Mata Atlântica preservada e altas ondas. Nela há também um mirante, de onde se pode apreciar um pouco da beleza da região, permitindo uma vista única para as praias e as falésias.

A Praia da Cacimba é uma das principais da região e atrai grande parte dos turistas, inclusive os surfistas, que se espalham por toda a orla de Baía Formosa devido às boas ondas da região.

Foto por Junior Santos/MTur

Para quem busca ainda mais encantos, na Baía dos Golfinhos e possível vê-los em seu habitat natural, em saltos brincando entre eles. É uma experiência única e que vale muito a pena.

O calor é forte na região e, para refrescar, um passeio de buggy pela Mata Estrela, a maior reserva de Mata Atlântica sobre dunas, pode ser uma boa opção. O tour começa à beira-mar e segue para a floresta, onde as atrações ficam por conta das árvores de pau-brasil, das gameleiras floridas, dos jatobás e das palmeiras.

Foto por Caninde Soares/MTur

O ponto alto do programa é o banho na Lagoa de Araraquara, chamada de Lagoa da Coca-Cola por conta das águas escuras em função das raízes e minerais. Apesar da cor estranha, a água é limpinha. Há ainda enseadas quase virgens, como Sagi e Cotia, onde vale apreciar o fim de tarde com os nativos.

Texto por: Patricia de Campos

Foto destaque por: Caninde Soares/MTur