Search
terça-feira 20 Fevereiro 2018
  • :
  • :

Semana de Arte Moderna de 1922 em São Paulo

semana de arte moderna 1922 São Paulo

Alguns participantes da Semana de Arte Moderna de 1922

 

semana de arte moderna 1922 São PauloEsse movimento, ocorrido em 1922, transformou a arte brasileira e projetou inúmeros artistas que se perpetuaram nos anais da história brasileira e mundial.

O pintor Di Cavalcanti e o bibliógrafo Rubens Borba de Moraes organizaram esse movimento.  Ocorreu entre 11 e 18 de fevereiro de 1922, no Theatro Municipal de São Paulo.

Tinha o importante objetivo de mostrar aos paulistanos as novas tendências artísticas da Europa.  Isso libertou o artista dos antigos valores estéticos do século XIX e lhe concediam total liberdade de expressão.

 

Destaques da Semana de Arte Moderna de 22

Operários de Tarsila do Amaral. Fotos Divulgação

O movimento abrangeu todos os segmentos, da literatura à arquitetura.

  • Destaques nas artes plásticas: Victor Brecheret, Lasar Segall, Vicente do Rego Monteiro e Tarsila do Amaral.
  • Destaques na literatura: Oswald de Andrade, Guilherme de Almeida, Manuel Bandeira, Plínio Salgado, Menotti Del Picchia, Sérgio Millet, Tácito de Almeida, Cândido Motta, Graça Aranha e Mário de Andrade.
  • Destaques na pintura: Di Cavalcanti, Cândido Portinari e Anita Malfatti.
  • Destaques na música: Heitor Villa-Lobos e Guiomar Novaes.

 

Hoje, todos esses nomes representam uma contribuição inestimável à cultura brasileira.  Porém, na época, foram incompreendidos e até sofreram ataques grotescos sendo chamados de “subversivos da arte”.

A Semana de 22 fez com que nossos artistas se voltassem para nossa cultura, retratando de forma livre o cotidiano brasileiro. Pela primeira vez, a Europa deixa de ser moda entre os brasileiros e começamos a valorizar nossa rica cultura, levando-a para exposições no mundo inteiro.

 

Para saber mais sobre São Paulo, clique aqui

 

Comments

comments




Deixe uma resposta