Search
terça-feira 20 Fevereiro 2018
  • :
  • :

Grafite em São Paulo, arte nas ruas da cidade

“OSGEMEOS”. Fotos Divulgação

Grafite e seus expoentes

grafite

Genial é andar de bike de Eduardo Kobra. Foto Ken Chu – Expressão Studio

A cidade de São Paulo tornou-se referência na arte do grafite!

E tudo começou com Alex Vallauri, gravurista que retratava pessoas no Porto de Santos. Vallauri veio para a capital e deixou sua marca pelos espaços públicos da cidade, como “A bota preta”. O dia 27 de março é o Dia do Grafite em homenagem a ele.

Apesar do reconhecimento prestado ao precursor, o grafite em espaços urbanos era proibido e um crime, principalmente na época da Ditadura Militar, pois era visto como uma forma de protesto.

Atualmente, a situação se inverteu. O que antes era crime, agora faz parte do roteiro turístico da cidade com artistas renomados internacionalmente como os irmãos Kobra, os Gêmeos, Binho, Speto, Chivitz, Minhau, Titi Freak, Whip, entre outros.

O sucesso é tanto que a cidade possui o “Museu Aberto de Arte Urbana”, localizado nas colunas que sustentam o trecho elevado da Linha Azul do Metrô, com 66 painéis.

 

grafite

O traço inconfundível de Guilherme Andrade (Humanos)

grafite

Renan Manga e um de seus murais

 

 

 

 

 

 

 

 

Grafite de Pagu no quartel do Batalhao de Choque

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para saber mais sobre arte, cultura e turismo em São Paulo, clique aqui

 

Comments

comments




Deixe uma resposta