Search
domingo 24 setembro 2017
  • :
  • :

Floripa e as dunas de Joaquina

Floripa e a praia da Joaca

Quando cheguei na cidade de Florianópolis, estava ansioso para conhecer os cartões postais da ilha. Claro que a praia da Joaquina era um dos pontos a serem “clicados”. Apesar de não surfar como gostaria (ainda vou melhor nesse quesito), a fama de praia com altas ondas e gente bonita me instigava. Sede de campeonatos nacionais e mundiais fazem dela um destino certo para os amantes do surf.

A praia é de tombo, e a sua água, para um paulista, é gelada para caramba. O que não chega a ser um problema, porque, realmente, a beleza das manesinhas é estonteante e ficar na areia também é uma excelente opção. Ao longo do ano, vários eventos esportivos são realizados na branca areia da Joaca (como é chamada por estas bandas).

As dunas de Joaquina

As dunas formam um espetáculo à parte. Aqui, se criou um esporte chamado sandboard que, nada mais é, que um surf de areia.  A diversão é garantida mesmo para um iniciante e os preços de aluguel das pranchas variam de R$ 20 a R$ 30 a hora (depende da época do ano). Você pode optar por se aventurar sentado ou em pé, e aí, meu camarada, vai de gosto.

Andar por entre as dunas, apreciar o pôr do sol e sentir o vento no rosto são os primeiros passos para você começar a a se apaixonar por Floripa. De um lado, a vista para a praia de Joaquina, do outro, a Lagoa da Conceição. É de pirar o cabeção.

Outra coisa que me impressionou de cara foi a estrutura que se oferece aos turistas. Sanitários, chuveiros, posto policial, salva-vidas, iluminação noturna etc. Quase uma obrigação para uma cidade turística como Florianópolis, mas que bem sabemos, não disponibilizadas em diversas cidades turísticas brasileiras.

Vir para Floripa e não reservar, ao menos, meio dia para se largar por aqui trará um arrependimento na certa.

Comments

comments




Deixe uma resposta